Internacionais

Segundo a VW do Brasil a última Kombi produzida no Brasil é levada para museu na Alemanha

O modelo número 1.200 da série Last Edition foi produzido em São Bernarado do Campo vai ficar em Hannover.

 

Última unidade da Kombi foi levada para a Alemanha (Foto: Divulgação)

Após o encerramento da produção da Kombi no Brasil em 2013, único país que ainda fabricava o modelo, a última unidade feita do veículo foi levada a um museu em Hannover, na Alemanha, onde funciona uma oficina de utilitários clássicos da marca.

De acordo com a empresa, o exemplar é o número 1.200 da série especial Last Edition, criada pela empresa para se despedir do modelo, e foi fabricada em São Bernardo do Campo (SP) no final de dezembro. Depois de 56 anos sendo produzida no país, a linha de montagem da Kombi foi encerrada em dezembro passado.

O motivo para o fim da Kombi foi a entrada em vigor da obrigação de freios ABS e airbags pata todos os modelos novos no Brasil, que começou a valer em 1º de janeiro de 2014.

A derradeira edição Last Edition teria apenas 600 unidades mas devido a grande procura a VW do Brasil dobrou o número de exemplares da série.

Vendida a R$ 85 mil, a versão traz diferenciais estéticos como pintura “saia e blusa”, bancos revestidos em couro e bicolores e cortinas nas janelas – elementos que remetem aos primeiros exemplares produzidos no Brasil, a partir de 1957.

Alemão plantou um Fusca comprado no dia da queda do muro de Berlim
 
 
 
Otto Weymann garante ter comprado o carro de 2 alemães orientais. Ele largou-o no jardim e plantou árvores em volta do Volks de 46 anos.
 
 
 

Fusca de 46 anos com placa da ex-Alemanha Oriental é visto nesta segunda-feira (9) no jardim da casa de Otto Weymann, na cidade alemã de Fuldatal.
Weymann afirmou ter comprado o carro há exatos 20 anos, no dia da queda do Muro de Berlim, de dois alemães orientais que haviam acabado de passar pela fronteira recém-aberta pela queda da barreira. Ele estacionou o carro em seu jardim e cercou-o de árvores.

Go to top